quarta-feira, 5 de dezembro de 2007

Driving Design / Harley Earl

Podemos ver no documentário Driving Design todo o projeto de carros na maior capital da criatividade Beverly Hills, pela Academia Art Center. Tudo se necessita de computação desde de seus protótipos aos testes finais dos carros. Acadamicos são inspirados pelo o maior Designer de carros do mundo, Harley Earl considerado o DaVinci de Detroit.
Falando nisso olha o que eu achei sobre esse cara, é muito inspirador mesmo.

Quem estuda design ou é apaixonado por design de automóveis já deve ter lido e visto alguma obra prima de Harley J. Earl. Visionário, Harley J. Earl fez do design nos automóveis algo essencial na industria automobilística, como um importante apelo de venda, ótimo para o departamento de marketing.
Harley Earl nasceu na Califórnia, no ano de 1893, estudou historia da arte e engenharia na Universidade de Standford, após a conclusão trabalhou com seu pai na Earl Automotive Works, empresa que iniciou com construção de carroças e não ficou parado no tempo, evoluiu com o passar dos anos a passou a trabalhar com automóveis. Harley Earl introduziu em 1927, aos 33 anos, inovações na concepção de carros, na Seção de Artes e cores da GM, deixando obsoleto os métodos criados por Henry Ford, onde a principal preocupação era com motores mais potentes deixando o estilo e a beleza em segundo plano. Em 1966 foi rebatizado de Divisão de Estilo, o primeiro centro de estilo da industria automobilística. , utilizava cores em tons pastéis. Contribuiu também para o aumento da segurança dos veículos, projetando alterações nos tetos para reduzir as mortes em capotagens.
Harley Earl também era conhecido por seus “Shows Cars”, alem de carros personalizados para clientes exclusivos. Fazia do design como ferramenta de marketing, e em seus projetos sabia captar a essência que conquistava os consumidores e a mídia.


Earl foi o primeiro a usar a técnica de modelar carros em escala 1:1 usando argila ou como é conhecido no meio do design, o Clay.


Da divisão de estilo da GM, nasceram ícones como Corvette, apresentado em 1953 em Nova York, se transformando no sonho de consumo americano, sendo um sucesso de vendas e o Eldorado, carro que marcou época para a Cadillac, e o ultimo projeto de Earl.






Earl se inspirava em foguetes, aeronaves e aviões a jato na concepção de seus protótipos, e esses influenciavam na criação de novos modelos para o mercado final. Usava linhas arredondadas, cromados, formas inspirada em turbinas e asas.


Harley Earl morreu em 1969 e até hoje é fonte de inspirações para muitos designers.

Referências: http://www.autodiario.com.br/?sc=13&m=937

Nenhum comentário: