sábado, 18 de agosto de 2007

Guitarras - Questão Design

Fala ai Guitarheros ...

Essa postagem é para tratarmos sobre os Designs das Guitarras, desde a madeira até o acabamento final , capas para captadores, e pinturas custom shop...

Galera vamos comentar sobre as guitarras e tal pra todos nós compartilharmos conhecimento!!!!

Começando:



Stratocaster






As stratos geralmente tem o corpo de Alder, braço em Maple ou as séries BEM mais antigas de Rosewood, escala em Maple ou Rosewood, 3 pickups geralmente três singles, um humbucking na ponte e dois singles ou um humbucking no braço, uma na ponte e um single do meio.

A ponte é uma coisa complicada, sempre estão mudando. No começo, temos a ponte Vintage, que são 2 pivôs, um de cada lado, como de Floyd Rose, depois, veio a ponte Standard, são 6 pivôs, um na direção de cada corda (eu tenho dúvidas entre a Standard e a Vintage, alguém me corrége aí), depois veio a Wilkinson, que não tem nada de especial, e depois começaram a colocar Floyd Rose, que todo mundo sabe como funciona
Sobre a Wilkinson, Standard e Vintage, nenhuma delas permite alavancadas pra cima como de Floyd
A pintura comum de strato, é de nitrocelulose, ou duco.


Les Paul






O modelo Gibson Les Paul é um dos mais conhecidos designs de guitarra elétrica de corpo sólido. Foi desenvolvido no começo dos anos 50 e se tornou um dos mais duradouros e populares modelos de instrumentos no mundo. Seu design foi deixado praticamente intocado por quase 50 anos.


O modelo Les Paul representa uma parceria entre a empresa de guitarras Gibson, sob a presidência de Ted McCarty, e o astro pop, inventor de eletrônica e guitarrista de jazz Les Paul.

Nomes famosos que usaram ou usam a Gibson Les Paul foram Jimmy Page, do Led Zeppelin, Slash, do Guns N' Roses, Joe Perry do Aerosmith e Zakk Wylde do Black Label Society.

Uma das características marcantes deste espetacular modelo é sua sonoridade forte, devido as características de seus captadores duplos, aliados a qualidade da madeira do corpo e braço no processo de confecção. Daí a preferência por este modelo para o "rock pesado". Além de seu inconfundível timbre encorpado e aveludado, a Les Paul possui uma personalidade incomparável para os gêneros jazz e blues.

Para muitos guitarristas, independentemente do estilo musical, executar ao menos uma canção com uma Les Paul é garantia de glamour e bom gosto ou um complemento sonoro e visual a qualquer show.

Texto retirado da Wikipedia


Agora em termos mais práticos:

Corpo: Mogno e Maple (tampo)
Braço: Mogno
Escala: Rosewood, 22 trastes e marcação em trapézio.
Ponte: Tune O Matic
Captação: BurstBucker Pro e Alnico V.
Controles: Dois knobs de volume, dois tones e chave de três posições.


Curiosidade:
-As Les Paul usam braço colado, o que colabora para um timbre com bastante sustain, mas em caso de mal uso e um possível empenamento no braço, o conserto será mais difícil, e portanto, mais caro.





* Eis outro modelo bastante conhecido!!!!



Flying -V







A Gibson fez as primeiras em 1957.

Foram feitas de madeira de "korina", uma madeira similar só que mais clara do que o mogno. (Korina, “Korena originalmente soletrado”, é o nome que foi dado a determinados tipos de mogno africano.)
A Flying- V, junto com a Futura (explorer arredondada), Explorer e, inicialmente, o Moderne (uam dimebag com a parte da frente + curta...), compôs uma linha das guitarras modernas.
Estes projetos queriam adicionar um aspecto mais futuristico à imagem da Gibson, mas não venderam bem.
Depois que o lançamento inicial em 1958, a linha foi interrompida em1959.
Em 1960, os guitaristas tais como o King Albert, Lonnie Mack, Dave Davies e Jimi Hendrix, na busca de uma guitarra olhando distintiva com um som poderoso, começaram usar a FLying- V.
O interesse renovado criou uma demanda para que a Gibson reeditasse o modelo, e em 1967, atualizando seu projeto com um pickguard mais grande, mais stylish, a mudança ponte original, que teve as cordas introduzidas através da parte traseira, no favor da parte stopbar da cauda associada mais geralmente com os modelos de Gibson. Alguns modelos foram enviados com uma pornte Vibrola Maestro Tremolo .
Este modelo 1967 é agora o padrão para a Flying-V ou, como a Gibson chama agora: V-Factor.

Porém vemos algumas com pontes tune-o-matic, outras com floyd rose...
mas o que vale é o V hehehehehehe....

PS: não confunda a Flying-V com a Randy Rhoads!


Especificações

Corpo: Mogno
Braço: Mogno
Escala: Mogno 243/4"
Trastes: 22
Ponte: Tune-o-matic, Tremolo, Floyd
Captação: H-H (2 humbs)
Controles: 2 volumes, 1 tone, lavanca de 3 posições


Randy Rhoads






Aproveitando o embalo da Gibson e o sucesso que Rhoads fazia com a mulecada, a jkackson resolveu "aprimorar" a flying -v da gibson...

porém fez um modelo inferior mas colou a famosa "ponte floyd" aquela ponet mostruosa que todos conhecemos...
a diferença ficou mesmo no desenho da guitarra...

Curiosidades:

Assim como a Flying-V a RR não tem um timbre legal.. isso se deve ao fato de sua construção.. apesar da captação h-h, o sustain (de fabrica) praticamente é como de strato, ou seja excasso...
O modelo é legal mas porém (minha concepção) a Flying - V é melhor....

Além de Randy Rhoads , outros guitarristas usaram essa guitarra..

::Kirk Hammet (do metallica , endorseer ESP)
::Alexi Laiho (do children of bodom, endorseer ESP)
:: e outros q não me lembro (hehe)


Especificações:

Corpo: Alder
Braço parafusado (ahá)
Escala Rosewood
Trastes : 22 Jumbo Frets
Captação: H-H ( vindo com seymour duncan de fábrica)
Controles: 2 Volumes e 1 Tone
Ponte : Floyd Rose
Chave de 3 Posições
Marcação dente de tubarão

4 comentários:

Getulio disse...

Dae professor!!!
Essa materia estava num forum achei muito interessante e resolvi posta ai para todos poderem conhecer mais sobre as guitarras.
Assim que achar mais artigos vo posta tbm,para acrescentar ai...
flw..
abrazz..

Daniel Confortin disse...

Bem legal, conheci alguns luthiers na Todoro Sampaio em Sampa... vcs precisam ver o q é o ateliê de um luthier e como eles trabalham! Fantástico!

Agora, bateu a saudade... da minha primeira guitarra... ainda na época que eu era cabeludo e achava que sabia toca =D

Carolis disse...

Bha apesar de gostar muuuuuito de rock
te confesso que não sabia quase nada sobre guitarras.
Muito bom o post valeu muito!!!

Relampiando disse...

Massa, curto as SG, preferencia captador da gibson msm, mas curto mais pelo style.

t mas